Uiramutã

A criação, evolução e estágio atual do município

 

O município de Uiramutã, antes denominado Vila do Uiramutã, pertencia aos municípios de Boa Vista e Normandia. Foi emancipado pela Lei Federal n.º 98, de 17 de Outubro de 1995.

 

É o município mais ao norte do Brasil, compondo a tríplice fronteira Brasil/Venezuela/República Federativa da Guiana. É também o município com a maior população indígena do Estado de Roraima, subdividida em duas etnias - Ingaricó e Macuxi. A maior parte de sua população é indígena. Dentre as diversas vilas existentes, as principais são: Água Fria, Mutum e Socó. Diversas condições desfavoráveis implementadas por várias décadas, contribuíram para a colocação da região de Uiramutã, aos mais baixos índices de desenvolvimento humano do Brasil (I.D.H).

 

Está situado no extremo norte do Estado e do País, numa das mais lindas regiões da Terra de Macunaíma, faz fronteira com dois países (Venezuela e República Cooperativista da Guiana). Este município surpreende pela sua singularidade cênica e seu potencial turístico é indiscutível. Principalmente, as cachoeiras com piscinas naturais possibilitando a prática de turismo aventura, dentre as cachoeiras se destacam as: Cachoeira do Aparelho, das Caveiras, das Andorinhas, Apertar da Hora, da Fumaça, Sete Quedas, Jauari, Tiporem, do Mutum, Rabo do Jacu e do Japó, dentre outras e o Pico do Sapã.

 

Possui inúmeras serras, dentre elas a Serra da Mara, UarundKaieng, do Maturuca, do Uailan, do Marari, Saporã, do Cavalo, do Rato e Serra Verde. Porém, as mais importantes são: Monte Caburaí, que é o ponto mais extremo do norte do Brasil, e onde se encontra a nascente do rio Uailã, e a Serra do Sol onde vivem os índios Ingarikó, privilegiados pela beleza do Monte Roraima, com 2.875 m , da cachoeira do Rebenque e da Pedra de Macunaíma. A maior parte da população é indígena, distribuída em várias malocas que fazem parte da reserva indígena Raposa Serra do Sol.

 

A vegetação é composta por savana estépica e floresta densa. Fazem parte da bacia hidrográfica os principais rios Maú, Cotingo, Canã e Uailã.

 

Segundo IBGE-2010, o município está localizado na Mesorregião Norte e na Microrregião Nordeste do Estado, limitando-se ao norte e a leste com a República Cooperativista da Guiana; ao sul com Normandia e a oeste com Pacaraima e a Venezuela. Distante da capital em 315 km, área territorial de 8.065,540 km2. O clima é tropical chuvoso, a temperatura média anual é de 26ºC. O Gentílico e Uiramutansense. O relevo predomina a superfície plana, relevo fortemente ondulado com declive forte e colinas com declives fracos.

 

O acesso ao Monte Roraima é feito através da BR-174, sentido Venezuela, pois só é possível chegar ao platô através de trilhas, pelo lado venezuelano, ou por via aérea.

 

Principais pontos turísticos: Monte Roraima, Monte Caburaí, Cachoeira do Paiuá, Cochoeira do Urucá, Cachoeira das Sete Quedas, Cachoeira de Garã-garã e Cachoeira das Andorinhas.

 

 A região é tradicionalmente rica em ouro e diamante e apresenta potencial para a pecuária e para culturas agrícolas tradicionais. Além desses aspectos, as belezas naturais do Município podem vir a transformá-lo num expressivo pólo turístico, representando sua principal vocação econômica.

 

Enfim, a criação do município de Uiramutã coincide com término da prática de exploração mineral, que pôr várias décadas vinha sendo a principal atividade econômica da região, que era praticada sem nenhuma observância aos critérios de sustentabilidade social e ambiental. Em razão disso, é possível verificar uma diversidade de impactos ambientais negativos, ocorridos nos últimos vinte anos, em diversas áreas, a exemplo de áreas fragmentadas, rios assoreados, erosões, meios de produção insustentáveis, escassez da fauna e flora.

 

Notadamente, o recém criado município restou apenas a difícil tarefa de reorganizar a economia redirecionando-a para que pudesse caminhar rumo à sustentabilidade econômica, social, cultural e ambiental.

 

Segundo o Zoneamento Ecológico Econômico (ZEE-2002), o município apresenta ocorrência dos seguintes minerais: Cobre e Diamante/Ouro.

 

Área e distâncias entre municípios

 

O município de Uiramutã possui uma área territorial de 8.065,564 km2 que corresponde a 3,59 % do território de Roraima . As distâncias rodoviárias de Uiramutã às sedes municipais mais próximas são: Normandia 160 km; Bonfim 250 km e Boa Vista 315 km (Ministério da Defesa, 2004) este último com acesso pela BR-174, BR-433, RR-171 e RR-407.

 

O município de Uiramutã tem as seguintes coordenadas geográficas: 04º 35' 68" de latitude Norte; 60º 09' 93" de longitude Oeste. De sua área total, 7.925,95 km² são reservas indígenas – o que corresponde a 97,96% do tamanho do município e as principais vilas indígenas existentes são: Água Fria, Socó e Mutum.

Os limites geográficos estão assim definidos: Norte e Leste com a República Cooperativista da Guiana; ao sul com o Município de Normandia e a Oeste com o Município de Pacaraima e com a República da Venezuela.

 

Produto Interno Bruto (PIB)

 

O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos num período (mês, semestre, ano) numa determinada região (país, estado, cidade, continente). O PIB é expresso em valores monetários (no caso do Brasil em Reais). Ele é um importante indicador da atividade econômica de uma região, representando o crescimento econômico.

 

O PIB do município de Uiramutã ocupou a 14ª posição no ranking do PIB dos municípios do Estado de Roraima em 2011 com valor de R$ 70,9 milhões. Deste valor as participações do PIB nos três setores da economia ficaram distribuídos assim, primário (4,81%), secundário (7,60%) e terciário (87,59%).

 

Em relação ao PIB per capita, que é calculado dividindo-se o valor do PIB pelo número de habitantes, indica quanto cada habitante produziu em determinado período. É um dos indicadores mais utilizados para medir o crescimento econômico, no entanto não revela a qualidade de vida da população. No município de Uiramutã este valor em 2011 foi de R$ 8.276,00.

 

Turismo

 

Datas festivas e históricas

Aniversário do município – 17 de outubro

Festejo do Tambaqui – 15 de novembro

São Sebastião (Padroeiro) – 20 de janeiro

 

Pontos Turísticos

 

Entre os pontos turísticos de Uiramutã, destacam-se:

 

Monte Roraima - localizado no extremo norte de Roraima, com aproximadamente 2.875 metros de altitude, na tríplice fronteira: Brasil – Guyana – Venezuela, o Monte Roraima faz parte do Grupo Roraima, que começou a surgir há cerca de 1,8 bilhões de anos. É considerado o sétimo ponto mais elevado do País. Procurado por turistas do mundo inteiro, o Monte reserva uma grande aventura em meio à natureza.

 

Monte Caburaí - é o ponto mais setentrional do país. Com 1.465m de altitude faz fronteira com a República Cooperativista da Guiana e encontra-se dentro do Parque Nacional do Monte Roraima. São mais de mil metros de altitude que se estende ao longo da fronteira, com 5º 16’ 20” norte, sendo o ponto mais ao Norte do Brasil, 84,5 km. (Desta forma, se lê: do Caburaí ao Chuí). No Caburaí nasce o rio Uailã, com suas corredeiras e cachoeiras, destacando-se a majestosa queda de 100 metros da cachoeira de Garã-Garã.