Normandia

A criação, evolução e estágio atual do Município

 

O município é privilegiado por sua localização estratégica, favorável ao comércio de exportação, pois faz fronteira com a Guiana.

 

Normandia recebeu este nome em homenagem à região de Normandie, na França, terra do famoso fugitivo Pappillon. Prisioneiro condenado na França foi mandado para uma prisão de segurança máxima na Guiana Francesa. Entretanto, após fuga espetacular da Ilha do diabo, na Guiana Francesa, onde as correntes marítimas os trouxeram para a costa da América do Sul. Muitos não conseguiram sobreviver à fuga. Entre os sobreviventes estava o próprio Pappillon e Maurice Habert. Estes sobreviventes caminharam por terra firme e chegaram ao local hoje conhecido como Normandia. Pappillon continuou sua fuga e Maurice Habert estabeleceu residência no local, tornando-se o fundador do município.

 

Nesta região encontra-se parte da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, abrangendo uma área total de 6.966 km2, o que corresponde ao total de terras do município em 98,65%, e a população indígena é de 4.422 habitantes (49 aldeias), equivalente a 73,0 % da população total do município, segundo a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA). Nesse sentido, a população é composta basicamente por índios Macuxi e Wapixana, além de migrantes oriundos de outras regiões do país, principalmente, nordestinos, atraídos por oportunidades na área agrícola e também na área garimpeira.

 

O município foi criado em 1° de julho de 1982 (Lei n° 7.009). Distante da capital em 184,20 km, sua área territorial é de 6.966,77 km2. Segundo IBGE-2008, o gentílico é normandiense.

 

O acesso rodoviário é feito pela BR-401. O principal ponto turístico é o Lago Caracaranã, com uma extensão de 5,8 Km e uma profundidade de 2 a 5 metros, praias de areias brancas, águas azuis, ideal para a prática de Windsurf (atualmente, o acesso não é permitido ao visitante comum ou ao turista, por está dentro da Reserva Indígena Raposa Serra do Sol). O lago Caracaranã é uma paisagem tipicamente roraimense, rodeado por cajueiros no meio do extenso lavrado, dispondo de infra-estrutura de hospedagem, em chalés e áreas de camping.

 

Segundo o Zoneamento Ecológico Econômico (ZEE-2002), o município apresenta ocorrência dos seguintes minerais: Rocha Ornamental, Diatomito, Molibdenita, Fluorita, Seixo, Areia, Argila, Diamante/Ouro.

Os primeiros administradores

 

Os prefeitos de Normandia desde a sua criação foram: Gelb Pereira; Luiz Otávio Corrêa de Melo; Sebastião de Oliveira Costa; Luiz Otávio Corrêa de Melo; Francisca Rosa de Filgueiras; Gelb Pereira. O prefeito Vicente Adolfo Brasil (PSDB), popularmente conhecido como Gute Brasil, fora eleito para o mandato do quadriênio 1997 a 2000. A composição da Câmara Municipal é efetivada por 09 vereadores, tendo como presidente o vereador Marco Aurélio da Silva para o biênio 1997 a 1998.

 

Em 2000, eleito para período de 2001 a 2004 o município foi representado pelo prefeito Afonso Nivaldo de Souza e o Presidente da Câmara Municipal no período era o Vereador Idelmo Pinho.

Em 2004 foi eleito o prefeito Orlando Oliveira Justino para o exercício de 2005 a 2008.

 

O prefeito em 2008 foi o Sr. Orlando Oliveira Justino, reeleito para o exercício de 2009 a 2012 com 1.641 votos (41,40%) dos eleitores. O Poder Legislativo Municipal é composto por 09 vereadores. O presidente da Câmara Municipal era o vereador José da Silva Marques eleito para o biênio de 2009 a 2010.

 

Para os cargos de vereadores para o pleito de 2008 e seus respectivos votos, foram eleitos os seguintes vereadores, a saber: José da Silva Marques, 368; Raimundo Barros Filho, 223; Veralice Lima de Oliveira, 209; Edivan da Silva, 190; Paulo Vani da Silva, 182; Davi Marcos Napoleão, 178; Waldir Tobias, 176; Eduardo Adriano de Melo Oliveira, 174 e João Menezes da Silva Neto, 144.

 

Potencialidades econômicas

 

Segundo a Fundação Getúlio Vargas , “conceitua-se Potencialidade como os recursos naturais, produtos, setores, ramos ou atividades econômicas, (disponíveis, mas não utilizados ou total ou parcialmente utilizados) que, por suas características, têm apelo suficiente para estimular ou inibir a implantação ou ampliação de uma determinada atividade econômica, considerados os limites e as características sócio-econômicas e ambientais da região”.

 

No mesmo sentido, assevera a renomada instituição: “uma Potencialidade Econômica da região pode se transformar em uma Oportunidade de Negócios, quando submetida a um conjunto de exigências (como restrições, incentivos, avaliação econômica preliminar etc.) que mantém ou amplia apelo a estimular uma decisão de investir em uma determinada atividade produtiva, agregando valor ou utilidade aos Fatores Potenciais, bem como, as atividades econômicas locais ”.

 

De acordo com as informações acima e segundo o Plano de Desenvolvimento Sustentável do Estado de Roraima, Plano Plurianual 2012-2015 (PPA), a sociedade roraimense e o governo estadual vêm trabalhando na concepção e implementação de um modelo econômico baseado nas atividades produtivas privadas, onde a geração de riquezas seja realizada direta e preponderantemente pela própria sociedade, em que a dependência de Roraima, das transferências de recursos federais seja reduzida, visando também a expansão de mercados e de lucros para as empresas com a inclusão social e produtiva.

 

Sendo assim, o modelo de desenvolvimento de RR proposta pelo PPA é que tenha por estatística, na dimensão espacial, a integração da região Norte do Brasil ao Sul da Venezuela e ao Atlântico via República da Guiana, interligando as bacias dos rios Amazonas e Orinoco, pela valorização do Corredor de Integração Rodoviário Manaus-Roraima-Bolivar/Orinoco-Georgetown; na dimensão setorial pela implantação e fortalecimento das atividades econômicas complementares inter-fronteiriças e transfronteiriças, priorizando a produção de alimentos e produtos de encadeamento regional, dentre as quais, o turismo, que potencializem as vantagens comparativas dessas três sub-regiões (Norte do Brasil, Sul da Venezuela e Guiana) e seus espaços locais (Manaus, Roraima, Bolívar e Guiana).

 

Potencialidades econômicas do município

 

A agricultura do município de Normandia é baseada em produtos tradicionais, a exemplo do arroz, milho, feijão e mandioca, todos com baixos níveis de rendimento. No entanto, com a introdução das culturas do arroz irrigado e da melancia, a situação produtiva está se modificando. A cultura agrícola está voltada para as de ciclo curto com rápido retorno comercial. O potencial da pecuária está na criação extensiva, incluindo pequenos animais.

 

Assim, segue nas tabelas abaixo, de acordo com o estudo “Panoramas e Vetores do Desenvolvimento do Estado de Roraima”, com dados do Plano de Desenvolvimento Local Integrado e Sustentável (PDLIS), da Suframa/FGV e dos Arranjos Produtivos Locais (APL`s), um resumo das potencialidades do município de Normandia.

 

Produto Interno Bruto (PIB)

 

O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos num período (mês, semestre, ano) numa determinada região (país, estado, cidade, continente). O PIB é expresso em valores monetários (no caso do Brasil em Reais). Ele é um importante indicador da atividade econômica de uma região, representando o crescimento econômico.

 

O PIB do município de Normandia ocupou a 10ª posição no ranking do PIB dos municípios do Estado de Roraima em 2011 com valor de R$ 95,8 milhões. Deste valor as participações do PIB nos três setores da economia ficaram distribuídos assim, primário (17,92%), secundário (6,57%) e terciário (75,51%).

 

Em relação ao PIB per capita, que é calculado dividindo-se o valor do PIB pelo número de habitantes, indica quanto cada habitante produziu em determinado período. É um dos indicadores mais utilizados para medir o crescimento econômico, no entanto não revela a qualidade de vida da população. No município de Normandia este valor em 2011 foi de R$ 10.474,00.

 

Comércio exterior

 

Verifica-se que não existem dados disponíveis em transações de exportações e importações do município de Normandia com o exterior, de acordo com dados estatísticos do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC/SECEX.

 

Agropecuária

 

O setor agropecuário do município de Normandia apresenta um importante componente da economia local, tendo como destaque na agricultura a produção de arroz, mandioca e melancia. Na pecuária destaca-se o rebanho de bovinos, galináceos, suínos e eqüinos. Para os produtos de origem animal destaca-se a produção de mel, leite e ovos. Também possui relevância produtos do extrativismo vegetal, tais como a lenha.

 

Pontos Turísticos

 

Entre os pontos turísticos de Normandia, destaca-se:

 

Lago Caracaranã – o Lago Caracaranã é uma das maiores belezas naturais de Roraima. Está localizado a 180 km de Boa Vista, o acesso é pela BR 401. As praias de água doce e com areias brancas e finas, cercadas por enormes cajueiros nativos, são um atrativo à parte. A água é límpida e transparente. O lago em forma de círculo tem 5,8 km de extensão e profundidade máxima de 5 metros.